25/05/2021

Presidente do ICP, Kárin Emmerich, recebe Selo Mulheres Libertas

A presidente do Instituto de Ciências Penais (ICP), Kárin Emmerich, recebeu do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o Selo Mulheres Libertas. A honraria é uma iniciativa da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Comsiv) e foi destinada a seis personalidades que têm atuação destacada no combate à violência contra a mulher.

A distinção foi idealizada em março deste ano, em meio às celebrações do Dia Internacional da Mulher, com o objetivo de agraciar pessoas físicas ou jurídicas por trabalhos e projetos, em âmbitos diversos, que tenham o condão de contribuir para prevenir, combater e punir a violência doméstica e familiar contra as mulheres e empoderar mulheres e meninas.

Segundo Kárin Emmerich, presidente do ICP e desembargadora do TJMG, é uma honra ser uma das homenageadas com o selo Mulheres Libertas, mesmo com a constatação de que há um extenso caminho a ser trilhado na incessante luta em prol do empoderamento feminino. Para ela, a comenda é o sinônimo do reconhecimento da árdua tarefa de combater os diversos tipos de violência contra a mulher.

Também foram homenageadas, as desembargadoras Heloísa Helena de Ruiz Combat, Evangelina Castilho Duarte, Mendonça e Alice de Souza Birchal, a juíza Marixa Fabiane Lopes Rodrigues e a promotora de justiça Patrícia Habkouk, coordenadora do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Caovd). 

O Selo foi entregue nesta segunda-feira, 24/5, em solenidade presidida pelo 1º vice-presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador José Flávio de Almeida.

Com informações da Assessoria de Comunicação Institucional 

Belo Horizonte | Minas Gerais

(31) 97174-1956