17/05/2021

Atualização Boletim Ciências Criminais - Edição 8 - Página 24

A equipe que conquistou o segundo lugar na I Competição Brasileira de Direito e Processo Penal é composta por alunos da Fundação Getúlio Vargas (FGV). São eles: Ana Luiza Franco de Souza, Helena Domingues Granado, Luiza Martello Ortega, Mateus Oliveira de Andrade e Caio Henrique Sampaio Marconi.

A equipe da UFMG, apontada na publicação como segundo lugar, é formada por Maria Thereza Heringer, Débora Franco, Mariana Otoni, Mariana dos Santos, Camila Fernandes, Gabriella Maria Segantini, Alessandra Lages e Yasmim Emanuelle Candido. Contudo, conquistou o melhor memorial recorrente e melhor memorial recorrida.

Para melhor oratória, o ICP nomeou dois ganhadores. Milena Holz (Universidade Federal do Paraná - UFPR) e Eduardo Dênis (Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN).

Mais de 400 alunos, que representaram instituições superiores de todas regiões do país, formaram as 52 equipes participantes da I Competição Brasileira de Direito e Processo Penal. Destas, 30 foram aprovadas para a fase oral. Nesta etapa, os concorrentes simularam uma sustentação oral em Tribunal.

Leia texto na íntegra com a atualização:

Equipe formada por mulheres conquista a I Competição Brasileira de Direito e Processo Penal

Sucesso da Competição é resultado da caminhada iniciada em 2019

Originada da I Competição Mineira de Direito e Processo Penal, criada em 2019, a I Competição Brasileira de Direito e Processo Penal, estabelecida em 2020, sobrelevou uma equipe composta por mulheres na primeira colocação.

A Competição foi concebida pelo Instituto de Ciências Penais e executada pela Comissão ICP Jovem. De acordo com a presidente do ICP, Kárin Emmerich, "o objetivo é estimular o estudante a sair da zona de conforto, a partir do debate e do estudo de relevantes temas do Direito e do Processo Penal."

Para as vencedoras, Amanda Caroline de Matos, Amanda Marcélia de Paula, Ana Elisa Bertolin, Beatriz Scherpinski, Brunna Fernandes, Giovana Bohn, Giovanna Guassu e Livian Schwarz, os treinos internos fizeram a diferença para conquista do troféu. Elas salientaram que a Competição valorizou a formação e currículo das representantes da Universidade de Londrina.

A equipe que conquistou o segundo lugar na I Competição Brasileira de Direito e Processo Penal é composta por alunos da Fundação Getúlio Vargas (FGV). São eles: Ana Luiza Franco de Souza, Helena Domingues Granado, Luiza Martello Ortega, Mateus Oliveira de Andrade e Caio Henrique Sampaio Marconi.

A equipe da UFMG, formada por Maria Thereza Heringer, Débora Franco, Mariana Otoni, Mariana dos Santos, Camila Fernandes, Gabriella Maria Segantini, Alessandra Lages e Yasmim Emanuelle Candido conquistou o melhor memorial recorrente e melhor memorial recorrida.

Milena Holz - Melhor oratória

"Por incrível que pareça, antes da participação na Competição, eu tinha que lidar com o nervosismo, a insegurança e até certa dificuldade de falar em público. Contudo, aproveitei para treinar e aprender. Foram meses estudo, preparação e dedicação que certamente contribuirão na minha trajetória".

Eduardo Dênis - Melhor oratória

"Para além de efetivamente praticar conteúdos teóricos e um pouco abstratos do processo penal, a construção do caso concreto foi muito interessante e despertou curiosidade enquanto graduando. A experiência de estudo deixou de ser rotina desgastante. Os debates calorosos com a equipe suscitavam reflexões sobre as teses penais."

A Competição

Mais de 400 alunos, que representaram instituições superiores de todas regiões do país, formaram as 52 equipes participantes da I Competição Brasileira de Direito e Processo Penal. Destas, 30 foram aprovadas para a fase oral. Nesta etapa, os concorrentes simularam uma sustentação oral em Tribunal.

A avaliação ficou por conta de renomados professores e profissionais da área, que representaram os membros da Turma Julgadora. Devido a pandemia da Covid-19, a fase oral foi promovida no formato virtual por meio da Plataforma ICP, canal criado para fomentar estudos e realizar eventos.

A I Competição Brasileira de Direito e Processo Penal do ICP contou com o apoio do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC), do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM), da Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos de Minas Gerais (ADEPMG) e da Associação Mineira do Ministério Público (AMMP).

Belo Horizonte | Minas Gerais

(31) 97174-1956