10/04/2019

Diálogos ICP: Infância e adolescência em vulnerabilidade: a história não contada”

ICP lança projeto “Diálogos”.
 
O Instituto de Ciências Penais lança, em abril de 2019, o projeto “Diálogos ICP”, cujo objetivo é promover debates interdisciplinares sobre temas que afligem a sociedade brasileira atual.
 
Partindo da premissa que a segurança pública é um problema que extrapola as ciências penais e até o próprio direito, o projeto pretende reunir protagonistas de diversas áreas do conhecimento, para ouvir experiências diferentes daquelas inerentes à área jurídica, bem como debater soluções conjuntas. De acordo com o presidente do ICP, Gustavo Silva, “a partir de um diálogo interdisciplinar, podemos refletir sobre outras perspectivas, o que pode ajudar na construção de uma solução concreta e mais adequada para o grave problema da criminalidade”, pondera.
 
No primeiro encontro do projeto, realizado em parceria com a Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais, o tema será a “Infância e adolescência em vulnerabilidade: a história não contada”.  O tema foi escolhido no sentido de fomentar o debate sobre como o acesso à escola, cultura e esporte, por exemplo, podem ter um viés preventivo eficiente à entrada de jovens no caminho dos atos infracionais. Esta edição terá como referência o livro “Conte Sua História: A vida de crianças e adolescentes institucionalizados em Minas Gerais”, editado pela Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. A obra relata histórias de sucesso de resgate de jovens em situação de vulnerabilidade que tiveram oportunidades de construírem vivências de superação.
 
O lançamento do projeto acontece na terça-feira (23/4), às 19h, no auditório da DPMG e terá o modelo de uma entrevista conduzida pela Jornalista Cristiane Leite,  que participou da obra editada pelo Tribunal de Justiça. Na oportunidade será apresentado o caso de Welbert Cleiton, adolescente em situação vulnerável, que foi apadrinhado pelo médico Charles Simão Filho e hoje é enfermeiro. Haverá ainda  a participação da psicóloga Judicial Rosilene Miranda, uma das organizadoras da edição do livro e do repórter cinematográfico Saulo Luiz, que possui importante projeto de acesso ao esporte a jovens em situação de vulnerabilidade social.

Para se increver acesse (VAGAS LIMITADAS): http://icp.org.br/eventos/index/7

Belo Horizonte | Minas Gerais

(31) 97174-1956